José Manuel Rodrigues desafia jovens a “encabeçar a luta” pelos Direitos Humanos

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pediu, hoje, aos jovens para darem continuidade à luta de defesa e de aplicação dos Direitos Humanos. O apelo foi feito na Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos de Santo António, numa conferência promovida por docentes deste estabelecimento de ensino,...

XII Legislatura, I Sessão Legislativa Presidente
José Manuel Rodrigues desafia jovens a “encabeçar a luta” pelos Direitos Humanos
  • 01.jpg
  • 04.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pediu, hoje, aos jovens para darem continuidade à luta de defesa e de aplicação dos Direitos Humanos. O apelo foi feito na Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos de Santo António, numa conferência promovida por docentes deste estabelecimento de ensino, sobre o lema “Direitos Humanos: a maior aventura do Mundo”.

José Manuel Rodrigues considera que “havendo sinais de esperança, há sinais também que devemos continuar a lutar por esta Declaração. Porque ela permanece atual, pode ser acrescentada nalguns direitos, mas enquanto existir uma pessoa sem alimentos, enquanto existir uma pessoa sem abrigo, enquanto existirem famílias sem terem uma habitação condigna, enquanto houver uma pessoa sem trabalho há sempre razões para lutar por estes direitos políticos, sociais e económicos.”, afirmou.

Por isso o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira diz que são “os mais jovens que têm que encabeçar esta luta para que estes direitos possam ser não só salvaguardados, como aplicados”, vincou.

O Presidente do parlamento madeirense destacou que “esta Declaração Universal dos Direitos Humanos merece ser comemorada, não só porque ela foi um marco importantíssimo (…) como porque tem sido na base dela que muitas das constituições dos Estados e também outras leis têm bebido uma grande parte dos ensinamentos daquilo que deve ser uma sã convivência entre os homens e entre os povos”.

02.jpg

No dia em que se assinala o Dia Internacional dos Direitos Humanos, Joaquim Sousa, docente e conferencista da Escola Básica de Santo António destacou a importância da missão da UNESCO na construção da paz, na erradicação da pobreza e no diálogo entre culturas. O professor lembrou que o estabelecimento de ensino é uma das mais de oitenta escolas que em Portugal integram a Estratégia da Rede de Escolas Associadas da UNESCO. “Sendo nós o melhor Destino Insular do Mundo temos essa obrigação de construir uma sociedade melhor”, vincou Joaquim Sousa perante uma plateia de mais de 40 estudantes.

Presidente da Assembleia Legistavida da Madeira na Escola Básica de Santo António
Copyright © 2018-2020 ALRAM