Sindicato dos Professores pede medidas que combatam o desgaste e o envelhecimento dos docentes

Share Image

O Sindicato dos Professores da Madeira entregou hoje, ao Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, uma petição com 3.640 assinaturas a pedir medidas extraordinárias à tão desejada revisão da lei da aposentação dos professores, que só pode ser feita pela Assembleia da República. Francisco...

XII Legislatura, I Sessão Legislativa Audiências
Sindicato dos Professores pede medidas que combatam o desgaste e o envelhecimento dos docentes
  • 1.jpg

O Sindicato dos Professores da Madeira entregou hoje, ao Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, uma petição com 3.640 assinaturas a pedir medidas extraordinárias à tão desejada revisão da lei da aposentação dos professores, que só pode ser feita pela Assembleia da República.

Francisco Oliveira, coordenador do SPM, aponta o desgaste da classe docente, com repercussões na qualidade do ensino, para sugerir ao parlamento madeirense 4 medidas: a concretização da lei da pré-reforma na Região; que os professores possam optar pela isenção da componente letiva a partir dos 60 anos; uma redução da componente letiva para os professores do primeiro ciclo e do pré-escolar e ainda a redução da componente letiva para os professores com doenças crónicas.

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, tomou nota dos pedidos dos professores madeirenses que desejam ver esta petição debatida em plenário e não apenas na Comissão Especializada de Educação, Desporto e Cultura.

Francisco Oliveira, Presidente do Sindicato dos Professores da Madeira 04.02.2020
Copyright © 2018-2020 ALRAM