Restruturação dos centros de saúde e regulamentação do subsídio social de mobilidade em debate no parlamento madeirense

Share Image

O PSD recomendou, hoje, ao Governo Regional da Madeira uma reestruturação dos centros de saúde. A resolução foi defendida pela deputada Cláudia Perestrelo, que sugeriu o alargamento dos horários de atendimento e de consulta e o alargamento dos horários de atendimento. O projeto de resolução...

XII Legislatura, I Sessão Legislativa Plenário
Restruturação dos centros de saúde e regulamentação do subsídio social de mobilidade em debate no parlamento madeirense
  • 1.jpg

O PSD recomendou, hoje, ao Governo Regional da Madeira uma reestruturação dos centros de saúde. A resolução foi defendida pela deputada Cláudia Perestrelo, que sugeriu o alargamento dos horários de atendimento e de consulta e o alargamento dos horários de atendimento. O projeto de resolução intitulado " Por uma reestruturação dos centros de saúde que reforce o papel e a importância dos cuidados de saúde primários nos vários concelhos da Região”.

O deputado do PS Élvio Jesus, do PS considera que a recomendação é uma chamada de atenção para aquilo que o Governo Regional “não fez todas estas décadas”.

Os deputados da Assembleia Legislativa da Madeira debateram ainda o projeto de resolução, da autoria do PS, que “Recomenda ao Governo da República que regulamente a atribuição do subsídio social de mobilidade no âmbito dos serviços marítimos entre o continente e a Região Autónoma da Autónoma da Madeira”.

Paulo Cafôfo, defensor do documento, lembrou que o subsídio está previsto desde 2015 e deixou claro que este apoio será sempre necessário, quer seja para o transporte de passageiros por via aérea ou para os transportes de passageiros por via marítima. Os socialistas encaram ainda o subsídio de mobilidade como um dos principais incentivos à reposição da linha ferry entre a Madeira e o Continente.

O PSD não disse não compreender os motivos que têm levado o Governo da República a adiar a solução das questões da mobilidade, enquanto o CDS encontra nas eleições regionais dos Açores uma explicação para a não alteração das regras.

O parlamento madeirense manifestou ainda o pesar pelas mortes de Anthony Miles, empresário, e António Fournier, professor universitários. As votações vão acontecer na próxima quinta-feira.

Esta reunião plenária fica ainda marcada pela entrada de Rui Marques, que assume o lugar de deputado com a saída de Rui Abreu para a Direção Regional das Comunidades.

Reunião Plenária n.º 17 de 07.01.2020
Copyright © 2018-2020 ALRAM