Dia de Portugal: A importância da Educação para travar o populismo e o medo

Share Image

O Vice-Presidente José Prada representou, nesta quarta-feira, o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, nas cerimónias de comemoração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que ficaram marcadas pelas palavras do Representante da República para a Madeira. Ireneu Barreto...

XII Legislatura, I Sessão Legislativa Vice-Presidente
Dia de Portugal: A importância da Educação para travar o populismo e o medo
  • 6.jpg
  • 2.jpg
  • 1.jpg
  • 4.jpg
  • 5.jpg
  • 3.jpg

O Vice-Presidente José Prada representou, nesta quarta-feira, o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, nas cerimónias de comemoração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que ficaram marcadas pelas palavras do Representante da República para a Madeira. Ireneu Barreto destacou a importância da educação como forma de travar o medo, numa conjuntura de pandemia, e o populismo.

Uma cerimónia que este ano foi mais restrita, atendendo às medidas de segurança e saúde pública decorrentes da COVID19, mas, igualmente, evocativa da força e da coragem com que os Portugueses têm enfrentado, no Continente, nas Regiões Autónomas e também na Diáspora, nos últimos meses de pandemia.

"Os populismos podem tornar-se perigosos, designadamente, quando apelam a valores de exclusão e de violência, incompatíveis com o ideário dos direitos humanos”, afirmou o Representante da República.

Nos tempos próximos, Ireneu Barreto considera que a educação assume uma grande importância. "Sem ela surge o medo que nos paralisa e que potencia o renascer de populismos e tendências políticas autocráticas", avisou.

O Representante da República pediu ainda a atenção de todos para a pandemia da Covid-19, apesar de acreditar que a “pior fase” já está ultrapassada. Está também confiante que a distribuição de verbas da União Europeia vai ser feita com equidade, compensando as diferenças das realidades das ilhas.

O regresso à normalidade é, agora, palavra de ordem, numa retoma que terá de ser feita em segurança, com muito trabalho e, acima de tudo, com esperança.

Copyright © 2018-2020 ALRAM