Estudantes do ensino básico defendem projetos na Assembleia da República

Share Image

Alunos de três escolas da Madeira, do ensino básico, vão representar a Madeira no projeto Parlamento dos Jovens na Assembleia da República, em maio. Vera Rodrigues, uma das alunas da Escola Dr. Horácio Bento de Gouveia que vai representar a Região, fala de uma experiência que fez “perceber muito...

XII Legislatura, I Sessão Legislativa Parlamento dos Jovens
Estudantes do ensino básico defendem projetos na Assembleia da República
  • 5.jpg
  • 4.jpg
  • 3.jpg
  • 1.jpg
  • 2.jpg

Alunos de três escolas da Madeira, do ensino básico, vão representar a Madeira no projeto Parlamento dos Jovens na Assembleia da República, em maio.

Vera Rodrigues, uma das alunas da Escola Dr. Horácio Bento de Gouveia que vai representar a Região, fala de uma experiência que fez “perceber muito mais como funciona o parlamento, como é feito o debate e a votação”. A estudante do 9.º ano de escolaridade vê nesta experiência uma forma também de encontrar a área onde poderá prosseguir os estudos no ensino secundário e salienta que a “política tornou-se mais apelativa para mim do que era antes”.

A Sessão Regional do Parlamento dos Jovens, dirigida aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, público e privado, desta segunda-feira foi subordinada à temática “Violência doméstica e no namoro: da sensibilização à ação!”. “Eu acho que todos nós defendemos um bom tema, acho que foi um bom tema escolhido e acho que todas as escolas fizeram um bom trabalho”, concluiu Vera Rodrigues.

Os jovens madeirenses das Escolas Dr. Horácio Bento de Gouveia, Bartolomeu Perestrelo e de Santa Cruz vão agora defender o projeto vencedor regional na Assembleia da República, na Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens, a realizar-se nos dias 4 e 5 de maio, na qual os deputados eleitos pelos vários círculos eleitorais do País aprovarão o Projeto de Recomendação a apresentar à Assembleia da República. 

O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, realizada em colaboração com o Ministério da Educação e Ciência e a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, através das Direções Regionais de Educação e de Juventude e Desporto da Região Autónoma da Madeira, e visa educar os jovens para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política, promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões e incentivar a reflexão e o debate sobre temáticas diversas. Estas experiências possibilitam que os jovens contribuam para a resolução de problemas que afetam a comunidade onde estão inseridos, vivenciando, desta forma, os princípios democráticos de uma cidadania ativa, pluralista e crítica.

A sessão Parlamentar, dedicada ao ensino básico, contou com a participação de treze escolas da RAM: Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Caniçal, Escola Básica dos 1.º, 2.º e 3.º Ciclos com Pré-escolar Bartolomeu Perestrelo, Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Eduardo Brazão de Castro - São Roque, Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia, Escola Básica e Secundária Bispo D. Manuel Ferreira Cabral - Santana, Escola Básica e Secundária com Pré-Escolar da Calheta, Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol, Escola Básica e Secundária de Machico, Escola Básica e Secundária de Santa Cruz, Escola Básica e Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva, Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco, Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares - Ribeira Brava e Colégio Salesianos Funchal.

Vera Rodrigues, estudante da Escola Horácio Bento de Gouveia
Copyright © 2018-2020 ALRAM