Combate à pandemia Covid-19 foi o mote do debate mensal com o Governo Regional

Share Image

O Governo Regional da Madeira, liderado por Miguel Albuquerque, explicou no parlamento regional as estratégias do executivo madeirense de combate à pandemia e a crise económica e social. O PS entende que a Região está em “emergência social extrema” e com um “tecido empresarial arrasado”. Sem negar...

XII Legislatura, II Sessão Legislativa PlenárioPlenário
Combate à pandemia Covid-19 foi o mote do debate mensal com o Governo Regional
  • 2.jpg
  • 1.jpg

O Governo Regional da Madeira, liderado por Miguel Albuquerque, explicou no parlamento regional as estratégias do executivo madeirense de combate à pandemia e a crise económica e social.

O PS entende que a Região está em “emergência social extrema” e com um “tecido empresarial arrasado”. Sem negar “o caráter arrasador da crise”, o Presidente do Governo Regional da Madeira garantiu estar a ser dado apoio em todas as áreas (empresarial, saúde, social e desportiva) e adiantou que já foram criadas linhas de crédito com valor superior a 100 milhões de euros.

O PSD entende que o Estado devia ter prestado mais apoio à Madeira, argumentando que “a bazuca”, dinheiro da União Europeia, “só chega no final do ano” e que até lá a região vai ter de “viver do empréstimo” que está a ser pago pelo executivo madeirense.

Já o CDS-PP lamentou que o apoio dado à Madeira seja menor do que o atribuído aos Açores (561 milhões de euros contra 588 milhões de euros).

O JPP virou as atenções para a necessidade de apoiar o turismo e a restauração e frisou que o “complemento social para pensionistas e reformados” tem de chegar às pessoas, tendo o executivo madeirense garantido a sua aprovação em junho, com efeitos retroativos a janeiro deste ano.

O PCP entende que a saúde “não é só Covid”, chamando a atenção para as listas de espera e para o “objetivo não concretizado” de um médico de família para todos os madeirenses. O Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, afirmou que a cobertura de médicos de família, na Região, está nos 72%, e que, apesar dos constrangimentos, foram realizadas mais consultas ao nível dos cuidados primários, e que 14 especialidades melhoraram o desempenho.

Estiveram presentes neste debate o Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, o Vice-Presidente do Governo Regional, Pedro Calado, o Secretário Regional de Economia, Rui Barreto, o Secretário Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, o Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, e a Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar.

Reunião Plenária n.º 49 de 25.02.2021 (áudio)
Copyright © 2018-2021 ALRAM