Alberto João Jardim é agraciado com a primeira edição do “Prémio Emanuel Rodrigues”

Share Image

O Júri do Prémio Emanuel Rodrigues, galardão instituído pela Assembleia Legislativa da Madeira, selecionou Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim como vencedor da primeira edição deste prémio. O Júri, composto por Rubina Leal, na qualidade de presidente do mesmo, José Júlio Fernandes e Madalena...

XII Legislatura, II Sessão Legislativa Vice-PresidenteVice-Presidente
Alberto João Jardim é agraciado com a primeira edição do “Prémio Emanuel Rodrigues”
  • Juri Prémio Emanuel Rodrigues.jpg

O Júri do Prémio Emanuel Rodrigues, galardão instituído pela Assembleia Legislativa da Madeira, selecionou Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim como vencedor da primeira edição deste prémio. O Júri, composto por Rubina Leal, na qualidade de presidente do mesmo, José Júlio Fernandes e Madalena Nunes, deliberou por unanimidade atribuir a distinção ao ex-presidente do Governo Regional da Madeira.

                De acordo com Rubina Leal, presidente do júri e Vice-Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, e principal mentora do Prémio, a escolha de Alberto João Jardim deve-se “à sua figura, absolutamente incontornável na história da Região Autónoma da Madeira, na construção da Autonomia e o seu respetivo reflexo na nossa identidade regional”. Ao vencedor do “Prémio Emanuel Rodrigues”, de acordo com o regulamento, é atribuído um valor monetário, sendo que Alberto João Jardim decidiu entregar a totalidade desse valor a uma instituição que o júri considere pertinente.

                Importa salientar que o “Prémio Emanuel Rodrigues”, que tem o nome do primeiro presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, tem como objetivo distinguir cidadãos e/ou instituições que tenham efetuado trabalhos no âmbito académico, literário, histórico, científico, artístico ou jornalístico, que relevem a importância da Autonomia e da identidade regional. De acordo com o regulamento deste galardão, seis entidades, nomeadamente o Governo Regional da Madeira, a Universidade da Madeira, a Associação de Municípios da RAM, a Associação de Promoção da Madeira, a Delegação Regional da Madeira da Sociedade Portuguesa de Autores e a Direção Regional do Sindicato dos Jornalistas, apresentaram oito propostas, cabendo ao júri analisar os cidadãos e instituições propostos.

                Rubina Leal afirma que “o mérito da ação desenvolvida pelos cidadãos e instituições propostas é inegável. É com satisfação, e com elevada responsabilidade, que os elementos do júri analisaram as propostas das seis entidades. A génese deste prémio é precisamente distinguir aqueles que se destacam na construção autonómica e que contribuem, de forma decisiva, para a afirmação da nossa entidade enquanto Região Autónoma. Neste sentido, é da mais elementar justiça atribuir a primeira edição deste galardão a Alberto João Jardim, o que engrandece, não apenas estas, como também as futuras edições do “Prémio Emanuel Rodrigues”.

                De referir ainda que o “Prémio Emanuel Rodrigues” será entregue no próximo dia 19 de julho, Dia da Assembleia Legislativa da Madeira.”

Copyright © 2018-2021 ALRAM