Parlamento da Madeira fez um minuto de silêncio pela morte do jornalista Emanuel Correia

Share Image

A Assembleia Legislativa da Madeira fez, esta manhã, um minuto de silêncio pela morte do jornalista Emanuel Correia, da agência LUSA, que faleceu ontem, aos 62 anos, na sequência de um acidente vascular cerebral (AVC). O gesto, proposto pelo líder parlamentar do PSD, Jaime Filipe Ramos, que se...

XII Legislatura, II Sessão Legislativa PlenárioPlenário
Parlamento da Madeira fez um minuto de silêncio pela morte do jornalista Emanuel Correia
  • Minuto de Silêncio.jpg

A Assembleia Legislativa da Madeira fez, esta manhã, um minuto de silêncio pela morte do jornalista Emanuel Correia, da agência LUSA, que faleceu ontem, aos 62 anos, na sequência de um acidente vascular cerebral (AVC).

O gesto, proposto pelo líder parlamentar do PSD, Jaime Filipe Ramos, que se manifestou emocionado pela “perda de um amigo”, foi acompanhado por todos os partidos com assento parlamentar.

As manifestações de pesar têm chegado de todos os quadrantes políticos e sociais. O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, na nota de pesar emitida ontem, destacou em Emanuel Correia o “rigor, a notoriedade e a dedicação à profissão”. Afirmou ainda que o jornalista prestou “relevantes serviços ao desenvolvimento da sociedade de informação, na Madeira e no país”.

Emanuel Correia iniciou a atividade de jornalismo no Jornal da Madeira, onde foi chefe de redação, entre 1992 e 2007, dirigiu a delegação regional da agência LUSA, e atualmente era um dos repórteres da agência LUSA com presença assídua no parlamento madeirense.

Copyright © 2018-2021 ALRAM