Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira chama a atenção para a importância do trabalho das IPSS

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pretende, no próximo ano, valorizar e dar a conhecer, ainda mais, o trabalho realizado pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS). A vontade de José Manuel Rodrigues foi manifestada ao Bispo Funchal, no Paço Episcopal, durante uma...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa AudiênciasAudiênciasPresidente
Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira chama a atenção para a importância do trabalho das IPSS
  • Bispo do Funchal 2.jpg
  • Bispo do Funchal 1.jpg
  • 3 Diretor do Estabelecimento Prisional do Funchal - 2.jpg
  • 1 Comandante da Zona Militar da Madeira - 1.jpg
  • 2 Comandante do Regimento de Guarnição n.jpg
  • 4 Comandante Operacional da Madeira.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pretende, no próximo ano, valorizar e dar a conhecer, ainda mais, o trabalho realizado pelas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS). A vontade de José Manuel Rodrigues foi manifestada ao Bispo Funchal, no Paço Episcopal, durante uma audiência de apresentação de cumprimentos de Natal a D. Nuno Brás.

Num ano marcado pela pandemia “foi possível aproximar o Parlamento da população e aproximar os eleitos dos eleitores, através do Parlamento Cultural, do Parlamento Social e do Parlamento Com Causas”, vincou em tom de balanço. “O nosso objetivo é continuar em 2022, esperando estar menos condicionados pela pandemia, mas estando muito atentos à realidade social”, adiantando a vontade que tem de no próximo ano “valorizar ainda mais o trabalho das Instituições Particulares de Solidariedade Social” (IPSS).

Atualmente o Parlamento já reconhece através do Prémio Emanuel Rodrigues, “com valor monetário significativo, personalidades das áreas política e cultural que se destacam”, e com o Prémio +Valor Madeira reconhece os “jovens talentos que tenham dissertações de doutoramento e trabalhos de mestrado”, por isso, refere José Manuel Rodrigues, “gostaríamos de partir para um contacto mais profícuo mais assíduo e mais próximo com as IPSS, e aí a Igreja Católica é porventura aquela que mais IPSS tem na Madeira na prestação de serviços à população”, concluiu.

José Manuel Rodrigues agradeceu, também, “a cooperação excelente que tem existido entre a Igreja madeirense e o Parlamento e aquilo que a Igreja faz ao longo do ano em prol das nossas populações”, nas áreas da saúde, da educação e também no apoio espiritual.

O Bispo do Funchal realçou que entendimento com a Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM) “tem sido muito bom e o diálogo tem sido efetivo”, agradecendo “o trabalho do Parlamento, de produção de legislação, e todas as outras iniciativas de caráter cultural e de reconhecimento da realidade madeirense que a ALRAM tem promovido. “O Parlamento como casa aberta aos madeirenses é muito bonito e é muito bom e é importante”, rematou D. Nuno Brás.

O Presidente do Parlamento madeirense tem tido uma agenda preenchida. Esta manhã recebeu em audiência de cumprimentos de Natal, o Diretor do Estabelecimento Prisional do Funchal, Fernando Santos, o Comandante da Zona Militar da Madeira, o Brigadeiro-General Pedro Sardinha, e o Comandante do Regimento de Guarnição n.º 3, Coronel Pedro Teixeira.

À tarde, recebeu o Comandante Operacional da Madeira, o Contra-Almirante João Luís Dores Aresta, numa audiência de apresentação de cumprimentos de Boas Festas.

José Manuel Rodrigues, Presidente da ALRAM (áudio)
D. Nuno Brás, Bispo do Funchal (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM