Assembleia Legislativa da Madeira apoia projeto para formar cidadãos para a análise crítica da informação

Share Image

A Assembleia Legislativa da Madeira e a ALPMJ – Associação Literacia para os Media e Jornalismo vão realizar nove (9) conferências sobre literacia mediática. Tratam-se de ações de sensibilização sobre “Verdades e Mentiras na Rede”, que nesta primeira fase são dirigidas às Universidades Seniores da...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa Parlamento dos JovensParlamento Mais PertoPresidente
Assembleia Legislativa da Madeira apoia projeto para formar cidadãos para a análise crítica da informação
O projeto “Educação para os Media” chega a oito Universidades Seniores da Madeira. A primeira ação de sensibilização “Verdades e Mentiras na Rede” acontece no dia 02 de maio, pelas 14h30, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Machico.
  • CI Literacia para os Media 4.jpg
  • CI Literacia para os Media 3.jpg
  • CI Literacia para os Media 1.jpg
  • CI Literacia para os Media 2.jpg
  • CI Literacia para os Media 5.jpg
  • CI Literacia para os Media 6.jpg
  • 1 Cartaz Verdades e Mentiras na Rede.jpg

A Assembleia Legislativa da Madeira e a ALPMJ – Associação Literacia para os Media e Jornalismo vão realizar nove (9) conferências sobre literacia mediática. Tratam-se de ações de sensibilização sobre “Verdades e Mentiras na Rede”, que nesta primeira fase são dirigidas às Universidades Seniores da Região, promovidas com o objetivo de “formar pessoas na área da literacia, tendo ainda a finalidade cultural, social e educativa de dotar os cidadãos dos conhecimentos e das ferramentas para uma análise crítica da informação”, explicou o Presidente do Parlamento madeirense, esta manhã, em conferência de imprensa.

A inscrição é gratuita, sendo que a primeira conferência realizar-se-á já na próxima segunda-feira, às 14h30, junto da Universidade Sénior do concelho de Machico. “Os objetivos desta iniciativa inserem-se no âmbito do projeto da Assembleia Legislativa do ‘Parlamento Mais Perto’, e o apoio que concedemos permitirá que o Parlamento regional também contribua para o combate à desinformação e às chamadas ‘fake news’, explanou José Manuel Rodrigues. “A desinformação e as notícias falsas constituem hoje, nas nossas sociedades, uma ameaça e mesmo um perigo para as democracias e para os nossos Estados de Direito, e são o fermento, muitas vezes, para o crescimento dos populismos, dos extremismos e dos radicalismos”, alertou.

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira entende que “é dever das instituições democráticas, não só apoiar o jornalismo de referência, como também, contribuir para que os cidadãos possam dispor das ferramentas necessárias para fazer uma avaliação crítica da informação que recebem, sobretudo daquela que é produzida através da internet e das redes sociais”.

“A atual realidade da comunicação instantânea coloca novos desafios aos cidadãos, enquanto consumidores de informação ligados às redes sociais tornando imperioso e urgente promover a formação dessas mesmas pessoas para uma avaliação crítica daquilo que consomem”, aclarou José Manuel Rodrigues.

O projeto pretende ainda “combater o alheamento dos cidadãos em relação à política, aproximando a Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira (ALRAM) dos eleitores e levando, de forma indireta, a que o cidadão se identifique cada vez mais com a missão parlamentar, contribuindo com ideias e propostas que possam melhorar a vida em sociedade”.

As ‘fake news’ ou notícias falsas foram o tema central das edições deste ano do Parlamento Jovem Regional, da ALRAM, e do Parlamento dos Jovens, da Assembleia da República, pelo que faz sentido que a formação se estenda também à população mais velha, a que, por vezes, menos domina as novas tecnologias.

As conferências acontecem nos meses de maio e junho. Encerram com uma sessão de esclarecimento alargada e gratuita, no Salão Nobre do Parlamento madeirense.

José Manuel Rodrigues, Presidente ALRAM 29ABR2022 (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM