Exposição de Teresa Gonçalves Lobo visitada por mais de duas mil pessoas

Share Image

A exposição “Da Raiz ao Núcleo” de Teresa Gonçalves Lobo já foi vista por mais de duas mil pessoas. A maioria aconteceu por iniciativa própria e por cidadãos estrangeiros, alertados pelos dois cartazes que se encontram no exterior do edifício sede da Assembleia Legislativa da Madeira. “Foram muitas...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ExposiçãoExposição
Exposição de Teresa Gonçalves Lobo visitada por mais de duas mil pessoas
Pinturas da artista madeirense permanecem na Assembleia Legislativa da Madeira até 20 de setembro
  • Teresa Gonçalves Lobo 1.jpg
  • Teresa Gonçalves Lobo 2.jpg
  • Teresa Gonçalves Lobo 3.jpg
  • Teresa Gonçalves Lobo 4.jpg
  • Teresa Gonçalves Lobo 5.jpg

A exposição “Da Raiz ao Núcleo” de Teresa Gonçalves Lobo já foi vista por mais de duas mil pessoas. A maioria aconteceu por iniciativa própria e por cidadãos estrangeiros, alertados pelos dois cartazes que se encontram no exterior do edifício sede da Assembleia Legislativa da Madeira. “Foram muitas as pessoas, que visitaram a exposição, públicos diferentes, e isso é muito gratificante”, explicou a artista, em tom de balanço.

“Pensando, por exemplo, nos estrangeiros, é muito bom ver que estes desenhos, estas linhas, estes traços, dialogam com culturas diferentes da nossa”, salientou.

Entre março e agosto deste ano foram realizados 16 agendamentos por grupos, grande parte de escolas da Região e do Continente, que representam mais de meio milhar de visitantes, que foram acompanhados pela própria artista. Teresa Gonçalves Lobo explicou a conceção da exposição e as técnicas utilizadas, permitindo, ainda, uma interação com a arte de forma próxima e intimista. “Muitos dos jovens nunca tinham visto uma exposição, por isso é muito bom que tivessem vindo à Assembleia. Senti que houve ali um clique, porque no final saíram encantados e com vontade de ver mais exposições, e isso é fantástico”, afirma a pintora.

As obras de arte vão continuar expostas no Parlamento madeirense até 20 de setembro.

Composta por cerca de duas dezenas de pinturas, a mostra, dissemina-se por vários espaços da Assembleia Legislativa da Madeira e declina-se numa intensa narrativa conceptual de linhas e manchas que dialogam entre si, fruto de um exercício corpóreo e espiritual, despojado de qualquer intenção, mas cujo clamor nos convoca para uma experiência de interioridade, profundamente apurada pelo espaço físico e emocional que as acolhe, não fosse este um projeto artístico concebido especialmente para a ‘casa da Democracia’.

Esta mostra de arte foi procurada por colecionadores e “graças a esta exposição tive a sorte de entrar em coleções privadas no estrangeiro”, confidenciou a artista.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00.

Teresa Gonçalves Lobo nasceu em 1968 no Funchal. Vive e trabalha em Lisboa e no Funchal, cidades onde têm os seus ateliers. Estudou desenho, pintura, gravura e fotografia no Ar.Co Centro de Comunicação Visual e no Cenjor, respetivamente.

 

Teresa Gonçalves Lobos 26AGO2022 (áudio)

A artista está representada em diversas Coleções, privadas e institucionais, em Portugal e no estrangeiro. É hoje representada em Inglaterra pela prestigiada galeria londrina WATERHOUSE & DODD, onde expôs quer individual quer coletivamente. O seu trabalho tem merecido uma grande atenção crítica, tendo sido objeto de ensaios monográficos da autoria de vários críticos e curadores portugueses como Nuno Faria, João Pinharanda ou Bernardo Pinto de Almeida.

 “Os desenhos depois de expostos num sítio digno como este (Assembleia Legislativa da Madeira) passam a ter mais vida e são mais ricos depois de saírem daqui, porque foram vistos por muita gente. Aqui está uma pequeníssima parte do meu desenho; tenho muitos outros registos, não só de desenho, mas de pintura de gravura, de escultura, de fotografia”, concluiu Teresa Gonçalves Lobo.

A realização desta exposição integrou-se no objetivo de aproximar os cidadãos à cultura e ao Parlamento madeirense. No último ano passaram pelas diferentes atividades da Assembleia Legislativa da Madeira mais de 13 mil pessoas.

Copyright © 2018-2022 ALRAM