Governo regional chamado ao Parlamento para explicar a atual situação da pandemia da Covid-19

Share Image

O Debate Mensal, com a presença do Governo Regional, foi proposto pela a Assembleia Legislativa da Madeira e teve como tema a “atual situação da pandemia de Covid-19”. O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, elogiou a atitude de “colaboração, resiliência e coragem” dos madeirenses e...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa PlenárioPlenário
Governo regional chamado ao Parlamento para explicar a atual situação da pandemia da Covid-19
  • Debate ALRAM6.jpg
  • Debate ALRAM2.jpg
  • Debate ALRAM5.jpg
  • José Manuel Rodrigues1.jpg
  • Jaime Filipe1.jpg
  • Sergio Gonçalves3.jpg
  • Lopes da Fonseca2.jpg
  • Rafael Nunes1.jpg
  • Ricardo Lume1.jpg
  • Miguel Albuquerque9.jpg

O Debate Mensal, com a presença do Governo Regional, foi proposto pela a Assembleia Legislativa da Madeira e teve como tema a “atual situação da pandemia de Covid-19”.

O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, elogiou a atitude de “colaboração, resiliência e coragem” dos madeirenses e garantiu que as decisões do executivo sempre tiveram por base “as evidências científicas e não popularidades ocasionais”.

O líder parlamentar do PSD, Jaime Filipe Ramos, destacou que a pandemia devia “unir a todos” num combate que é comum e mostrou-se favorável às medidas do Governo que “têm propiciado uma maior capacidade de resistência”.

O PS, pela voz do deputado Sérgio Gonçalves, entende que o Governo Regional geriu a pandemia “de forma autoritária e incoerente” e considera que o executivo está a fazer chantagem com os pais, no caso da vacinação das crianças.

Na resposta Miguel Albuquerque afirmou tratar-se de uma “questão de saúde pública” e que o executivo vai continuar a exigir a vacina ou o teste de todas as crianças. Adiantou ainda que “é intenção do governo integrar a vacina da Covid-19 no plano de vacinação normal”.

O líder parlamentar do CDS-PP, António Lopes da Fonseca, alertou o para a obrigatoriedade de os madeirenses terem de preencher o Formulário da Localização de Passageiros quando viajam de para o continente. Entende que a medida é discriminatória por tratar os residentes nas ilhas como “estrangeiros”.

O JPP, através do deputado Rafael Nunes, considera que o executivo “mistura recomendações com determinações”, gerando confusão na população e lamentou que as medidas tomadas não tenham passado pelo “Parlamento, legítimo representante do povo”.

Também o deputado único do PCP, Ricardo Lume, entende que algumas decisões do Governo Regional deveriam ser aprovadas na Assembleia Legislativa da Madeira, e, na questão da vacinação das crianças, pediu uma maior sensibilização aos pais para a importância desta medida.

Reunião Plenária n.º 33 de 08.02.2022 (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM