Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira apela à solidariedade com Madagáscar

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pediu, hoje, a solidariedade, dos madeirenses e porto-santenses, com o povo de Madagáscar, país assolado no início deste mês pelo ciclone ‘Batsirai’. O apelo de José Manuel Rodrigues foi feito a partir da freguesia do Caniço, onde o Bispo da diocese...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa PresidentePresidente
Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira apela à solidariedade com Madagáscar
  • Ajuda a Madagáscar 1.jpg
  • Ajuda a Madagáscar 2.jpg
  • Ajuda a Madagáscar 4.jpg
  • Ajuda a Madagáscar 3.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira pediu, hoje, a solidariedade, dos madeirenses e porto-santenses, com o povo de Madagáscar, país assolado no início deste mês pelo ciclone ‘Batsirai’. O apelo de José Manuel Rodrigues foi feito a partir da freguesia do Caniço, onde o Bispo da diocese de Mananjary, D. José Alfredo Caires, natural daquela freguesia, presidiu à missa inserida na campanha solidária “Ajuda Madagáscar”.

 “Nós temos o dever de apoiar aqueles que pelo mundo fora trabalham a favor dos outros. É o caso de D. José Alfredo Caires, que é bispo nesta zona. Há muita gente a sofrer e a passar por dificuldades, e aquilo que se puder fazer para ajudar Madagáscar, e em particular Mananjary, é sempre bem-vindo”, reforçou o Presidente do Parlamento madeirense.

O Bispo parte para Madagáscar em meados do próximo mês. O objetivo é fazer chegar o produto da campanha, “Ajuda Madagáscar”, o mais depressa possível ao país atingido pela calamidade. “Estamos a tentar conjugar um conjunto de boas vontades e de donativos, quer de cidadãos quer de empresas, no sentido de minorar as dificuldades desta diocese”, confirmou José Manuel Rodrigues, que já tinha recebido, em audiência realizada na semana passada, o prelado de Mananjary.

“Participei com muito gosto nesta iniciativa de angariação de fundos, na igreja do Caniço, para a diocese de Mananjary. Esta zona de Madagáscar, que é um dos países mais pobres do mundo, foi atingida, nos dias 05 e 06 de fevereiro, por um violento ciclone que destruiu uma parte da catedral da diocese e atingiu profundamente a vida de muitas famílias desta localidade”, vincou.

Com um sistema de transportes, marítimo e aéreo, muito reduzido, o Bispo de Mananjary pede apoios financeiros, como forma de “comprar os produtos no local, como o arroz”, e de dinamizar a economia, contribuindo assim para o desenvolvimento “dos agricultores e dos produtos em Madagáscar”.

O Bispo Dehoniano dirige uma diocese com 1,5 milhões de habitantes, num país com uma população de 27 milhões de pessoas.

D. José Alfredo Caires está a encontrar-se com várias entidades a quem tem pedido ajuda para a reconstrução.

José Manuel Rodrigues, Presidente ALRAM 19FEV2022 (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM