Grupo Coral do Arco da Calheta assinalou 35 anos

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira assistiu, ontem à noite, ao concerto comemorativo do 35. ° aniversário do Grupo Coral do Arco da Calheta, que teve lugar no Salão Nobre do parlamento regional, e contou, ainda, com a presença de alguns deputados naturais do concelho da Calheta. Na...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ConcertoConcertoPresidente
Grupo Coral do Arco da Calheta assinalou 35 anos
  • GCAC 5.jpg
  • GCAC 4.jpg
  • GCAC 3.jpg
  • GCAC 2.jpg
  • GCAC 1.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira assistiu, ontem à noite, ao concerto comemorativo do 35. ° aniversário do Grupo Coral do Arco da Calheta, que teve lugar no Salão Nobre do parlamento regional, e contou, ainda, com a presença de alguns deputados naturais do concelho da Calheta.

Na abertura do espetáculo, que foi apresentado por Helena Borges, José Manuel Rodrigues felicitou o coro pelo trabalho desenvolvido ao longo destas três décadas, lembrando o seu fundador, Carlos Moniz, bem como o papel fundamental do seu diretor artístico, o já desaparecido tenor João Victor Costa, que deixou um valioso e inapagável legado musical.

O Presidente da Assembleia Legislativa selou o momento entregando ao Presidente da Direção do Grupo Coral do Arco da Calheta, Luís Jardim, uma réplica, em cristal, da Trilogia dos Poderes, obra escultórica erigida junto à entrada principal do edifício do parlamento, da autoria de Amândio de Sousa. Aludindo à simbologia da escultura, José Manuel Rodrigues sublinhou que é preciso não esquecer "o poder cultural", um dos principais pilares da sociedade, que a casa da Democracia faz questão de honrar.

O Grupo Coral, dirigido pela maestrina Maria João Caires, e acompanhado ao piano por Ricardo Rodrigues, interpretou temas da quadra natalícia, como Silent Night, White Christmas, Gloria in Excelsis Deo, Feliz Navidad, entre outros, num total de doze canções. O público foi, ainda, surpreendido com um momento de fado, protagonizado pela jovem fadista Micaela Setim, acompanhada à guitarra portuguesa por Hélder Caldeira e à viola por Emanuel Faria.

O Grupo Coral do Arco da Calheta é composto por 25 elementos e foi fundado em janeiro de 1987, por Carlos Moniz, sob a Direção Artística do Tenor João Victor Costa, tendo contado, mais tarde, com a colaboração da professora Maria dos Anjos. Nesse mesmo ano, levou a efeito o I Encontro de Grupos Corais da Região Autónoma da Madeira, uma iniciativa nunca antes realizada no arquipélago.

Em 1988, editou o primeiro de dois LPS de "Canções Tradicionais Madeirenses" e, em 1993, participou no XI Encontro de Grupos Corais de Portalegre, numa digressão que contemplou, também, concertos em Castelo de Vide e Lisboa. Dois anos depois, em 1995, editou o seu primeiro CD, "Cantares da Minha Terra", com acompanhamento musical da Tuna do G.A.E.M.D, da Secretária Regional de Educação, edição da responsabilidade da Câmara Municipal da Calheta.

Em 1997, participou no programa televisivo da RTP Madeira "Recados das Ilhas" e, em dezembro do mesmo ano organizou, pela primeira vez, uma série de concertos de Natal realizados em várias igrejas do Concelho após as Missas do Parto.

o Grupo Coral participa, anualmente, nos Festivais de Coros da Madeira, desde 1989, e o seu repertório foi selecionado para integrar o CD duplo "Os melhores Coros Amadores da Região da Madeira". Participou, ainda, na Festa das Nações, realizada, pela primeira vez, na Região Autónoma da Madeira, e nas comemorações dos 25 anos da Autonomia.

Concerto dos 35 anos do Grupo Coral do Arco Calheta (áudio)

 

Copyright © 2018-2022 ALRAM