Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira preocupado com a cultura de morte que marca a atualidade

Share Image

Teve hoje lugar a apresentação do livro "Sonhos, Dor e Tanto pela Frente", da autoria de Paula Castanho. Numa sessão presidida pelo Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, a obra teve a apresentação de Rubina Leal, Vice-Presidente do Parlamento Madeirense. O livro...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ConferênciaConferênciaPresidente
Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira preocupado com a cultura de morte que marca a atualidade
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 6.jpg
  • 5.jpg

Teve hoje lugar a apresentação do livro "Sonhos, Dor e Tanto pela Frente", da autoria de Paula Castanho. Numa sessão presidida pelo Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, a obra teve a apresentação de Rubina Leal, Vice-Presidente do Parlamento Madeirense.

O livro reúne uma coletânea de histórias reais, de crianças e jovens que se transcendem numa batalha contra doenças que, de alguma forma, os incapacitam. Os retratos inspiradores foram contados pela autora e jornalista Paula Castanho, numa obra que resultou de uma iniciativa que procurou, em pleno período pandémico, abordar as doenças para além do COVID-19.

Na sua intervenção, José Manuel Rodrigues focou as histórias de sofrimento e superação abordadas no livro para se pronunciar sobre a aprovação da eutanásia pela Assembleia da República, tendo começado por afirmar que “as nossas sociedades convivem mal com o sofrimento”. O líder do primeiro órgão de governo próprio da Região reforçou esta ideia acrescentando que “as sociedades atuais odeiam o sofrimento” e que, “portanto, estes livros fazem falta porque vêm dizer-nos que o sofrimento faz parte da vida e que é possível vencê-lo.”

Por sua vez, Rubina Leal salientou a forma como este livro nos faz pensar sobre o verdadeiro sentido da vida. A Vice-Presidente revelou que foi com um misto de sentimentos que leu "Sonhos, Dor e Tanto pela Frente", sendo este um livro que mais do que ler, importa sentir. Rubina Leal destacou ainda a esperança, a fé, a resiliência com que estas crianças e jovens enfrentam os seus problemas e nos inspiram a todos.

Com dois apontamos musicais, proporcionados pelo quarteto de cordas da Orquestra Clássica da Madeira, este evento encerrou com uma intervenção de Dora Pereira, docente e coordenadora do Departamento de Psicologia na Universidade da Madeira, em que abordou um conjunto de aspetos psicológicos sobre os quais o livro nos faz refletir, com particular ênfase na resiliência.

Apresentação do livro “Sonhos, Dor e Tanto pela Frente” (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM