Vice-Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira diz ser fundamental reafirmar a convicção na Europa

Share Image

No Dia da Europa, a Vice-Presidente do Parlamento madeirense alertou para a importância do “projeto europeu que transporta os valores da paz, da solidariedade, do desenvolvimento económico e social e a harmonia entre os povos”. Na sessão de abertura da conferência “A União Europeia da Juventude: a...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ConferênciaVice-Presidente
Vice-Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira diz ser fundamental reafirmar a convicção na Europa
  • Conferência Dia da Europa 3.jpg
  • Conferência Dia da Europa 1.jpg
  • Conferência Dia da Europa 2.jpg

No Dia da Europa, a Vice-Presidente do Parlamento madeirense alertou para a importância do “projeto europeu que transporta os valores da paz, da solidariedade, do desenvolvimento económico e social e a harmonia entre os povos”. Na sessão de abertura da conferência “A União Europeia da Juventude: a participação dos jovens na construção europeia”, Rubina Leal salientou que “hoje é, mais do que nunca, fundamental reafirmarmos a nossa convicção na Europa, nos nossos valores europeus, e acima de tudo no anseio pela paz”, manifestando solidariedade com o povo ucraniano, “que luta todos os dias pela liberdade, pela democracia, e pelos valores comuns a todos os povos europeus”.

Aos estudantes presentes na palestra lembrou que “os jovens desempenham um papel fundamental”, reforçando que “são as futuras gerações que continuarão a dar lastro aos valores europeístas. São os jovens que, num futuro próximo, serão responsáveis por assegurar a paz, a harmonia dos povos e a coesão do projeto europeu”. “Temos de continuar a lutar por este projeto europeu”, concluindo em tom de apelo a todos os cidadãos.

A conferência, que juntou os alunos do 3.º ciclo do ensino básico, contou com a participação de Sara Cerdas. A eurodeputada madeirense, eleita pelo PS, começou por lembrar que este ano, Ano Europeu da Juventude, é preciso dar resposta “a esta geração que só atravessou crises, porque foi muito fustigada e maltratada por diversas crises”.

Sara Cerdas afirmou ser importante envolver mais os jovens na participação do projeto europeu, mas reconheceu ser necessário “melhorar a comunicação” e “integrar cada vez mais jovens nos processos de decisão”, esperando ver em breve mais juventude nas listas dos partidos ao Parlamento Europeu. “Apenas 134 deputados, dos 705 do Parlamento Europeu, têm menos de 40 anos”, exemplificou para denunciar a falta de representatividade.

Bruno Melim, deputado do PSD na Assembleia Legislativa da Madeira, disse ser importante que a “Europa decida o que é que quer do futuro. Durante 70 anos foi um projeto de paz, um projeto de prosperidade, de Estado social. É importante percebermos se será uma Europa de nações, em que as nações manterão um núcleo duro de soberania e federalizam-se em determinados momentos”, e qual será “a evolução”.

O Diretor Regional de Juventude começou por elogiar a abertura do Parlamento madeirense aos cidadãos e em especial aos jovens, apontado como exemplo as duas conferências do Dia das Europa, e pediu “mais iniciativas deste género que promovam a participação dos jovens”, nos processos de decisão. “Os jovens devem fazer parte da solução”, disse João Rodrigues em tom de desafio.

Ana Maria Kauppila, professora coordenadora dos projetos europeus da Escola Secundária Jaime Moniz, pediu aos jovens esperança, mas também empenho na “construção de um futuro melhor, com liberdade, democracia e sem guerra”.

Júnior Jardim, aluno da Escola Secundária Jaime Moniz, também pediu a participação da juventude “para que a viragem aconteça”.

“Não tenham medo de partilhar opiniões para concretizar os objetivos”, desafiou.

A União Europeia da Juventude- A participação dos jovens na construção europeia (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM