Conferência: Ação Social, uma responsabilidade de todos

Share Image

Teve lugar no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira a Conferência “Ação Social – uma responsabilidade de todos”, que contou com uma plateia repleta e foi organizada pelo Parlamento Madeirense em parceria com a Cáritas Diocesana do Funchal. Nesta iniciativa, inserida no âmbito do...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ConferênciaConferênciaParlamento Mais Perto
Conferência: Ação Social, uma responsabilidade de todos
  • 2.jpg
  • 3.jpg
  • 1.jpg
  • Conferência Noticia.jpg

Teve lugar no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira a Conferência “Ação Social – uma responsabilidade de todos”, que contou com uma plateia repleta e foi organizada pelo Parlamento Madeirense em parceria com a Cáritas Diocesana do Funchal. Nesta iniciativa, inserida no âmbito do “Parlamento com Causas”, coube à Vice-Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, Rubina Leal, o papel de anfitriã e moderadora. Como oradores convidados, estiveram presentes Rita Valadas, Presidente da Cáritas Portuguesa, Cónego Fiel de Sousa, Vigário Geral da Diocese do Funchal, assim como Duarte Pacheco, Presidente da Cáritas Diocesana do Funchal.

Rubina Leal iniciou a conferência com uma intervenção onde salientou que o investimento em políticas públicas diferenciadas é uma necessidade urgente, uma vez que é fundamental tratar de forma diferente cada situação, respondendo assim aos problemas de cada pessoa de acordo com as suas vulnerabilidades, promovendo um verdadeiro elevador social, criando mudança e alteração da situação das pessoas, cumprindo as principais metas das políticas públicas sociais: autonomia, desenvolvimento humano e social. Para tal, é sobremaneira importante garantir transparências nos apoios, mediante uma eficaz fiscalização na atribuição dos mesmos. Tal desígnio só será cumprido através do trabalho em equipa, atuando em rede e fomentando uma ampla parceria entre entidades governamentais, instituições e cidadãos. A Vice-Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira chamou ainda a atenção para a importância e peso da economia social e solidária, dado que é esta que sustenta grandemente a ação social desencadeada pelas instituições.

Por sua vez, Rita Valadas discorreu sobre a forma como a Cáritas Portuguesa tem trabalhado em articulação com as cerca de 20 Cáritas Diocesanas espalhadas pelo País. Referiu que a Região Autónoma da Madeira é um bom exemplo do que é trabalhar em rede e como se pode encontrar as soluções mais adequadas seguindo uma metodologia de parcerias, de entreajuda e de constante ligação e permuta entre as diferentes instituições. Falou ainda sobre o facto de que não se pode ter medo de tentar encontrar novas medidas, quando as existentes se revelam obsoletas, e que para isso é preciso ouvir quem está no terreno a trabalhar diariamente com os mais carenciados. Somos muito rigorosos com os pobres e benevolentes com os ricos.

A intervenção do Cónego Fiel de Sousa, abordou a importância de trabalhar em rede, de colocar a pessoa como o centro do problema, exercendo um controlo sobre os recursos, alocando-os de forma a resolver os seus problemas. Trazendo para o debate a importância do amor como veículo para ajudarmos o próximo, o Cónego Fiel de Sousa exortou cada um dos presentes a ajudar o próximo.

Por fim, Duarte Pacheco explicou o que tem sido a atividade da Cáritas Diocesana do Funchal, que felizmente regista já um decréscimo nos pedidos de apoio, neste pós-pandemia, mas que continua empenhada em ajudar quem mais precisa.

Conferência Rita Valadas, Presidente da Cáritas Portuguesa (áudio)

 

 

Copyright © 2018-2021 ALRAM