Conservatório é uma aposta ganha, afirmam Presidente da Assembleia Legislativa e Secretário Regional da Educação

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa enalteceu, hoje, durante a inauguração da exposição que assinala os 75 anos do Conservatório, o trabalho desenvolvido por este estabelecimento de ensino. O gesto público de reconhecimento foi assinalado com a entrega de uma réplica, em cristal, da Estátua da...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ExposiçãoExposiçãoPresidente
Conservatório é uma aposta ganha, afirmam Presidente da Assembleia Legislativa e Secretário Regional da Educação
  • 1.jpg
  • 2.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa enalteceu, hoje, durante a inauguração da exposição que assinala os 75 anos do Conservatório, o trabalho desenvolvido por este estabelecimento de ensino. O gesto público de reconhecimento foi assinalado com a entrega de uma réplica, em cristal, da Estátua da Trilogia dos Poderes, que se encontra no largo do parlamento madeirense, do escultor madeirense Amândio de Sousa.

O Conservatório-Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng. Luiz Peter Clode tem 14 polos de ensino e está presente em quase todos os concelhos da Madeira, à exceção do Porto Moniz.

José Manuel Rodrigues lembrou que, apesar da instituição ser anterior ao 25 de abril, o Conservatório-Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng. Luiz Peter Clode “é precursor da Autonomia, porque dá corpo à memória e à identidade histórica da Madeira”.

O Presidente do Parlamento madeirense afirmou ainda que Luiz Peter Clode “foi um visionário das potencialidades da Madeira no desenvolvimento da música e das diferentes artes”.

A exposição ’75 anos do Conservatório (1946-2021)’, patente no átrio da Assembleia Legislativa da Madeira, dá a conhecer ‘Luiz Peter Clode (1904-1990), o fundador, e a sua personalidade multifacetada, disciplinada e empreendedora. Ao longo de sete painéis são mostradas as facetas de intérprete e compositor para piano; organizador de concertos; administrador da Academia de Música da Madeira; organizador de exposições; editor e investigador na área da cultura; e promotor das Belas-Artes.

O Secretário Regional de Educação Ciência e Tecnologia agradeceu também aos dirigentes, aos professores e aos funcionários que “ao longo de 75 anos deram o melhor que tinham e sabiam”, e destacou o papel dos alunos e dos encarregados de educação por terem apostado nas artes como forma de “valorização pessoal, de desenvolvimento de talentos e concretização de sonhos”.

Jorge Carvalho aproveitou ainda para garantir que a junção da Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia com o Conservatório foi uma aposta ganha. “A decisão foi acertada e hoje o Conservatório já conta com 2000 alunos e é uma referência presente em todos os concelhos, à exceção de um”, disse o governante.

Com o Decreto Regulamentar Regional n.º 5/2019/M, de 7 de agosto, o Conservatório recebeu um conjunto de atribuições, no setor da educação artística, que até então estavam asseguradas pela Direção Regional de Educação. Nesta nova realidade, o Conservatório transformou-se numa instituição educativa com competências mais alargadas, e com um maior impacto na sociedade, retratadas também na exposição que pode ser vista no parlamento madeirense.

Exposição 75 anos Conservatório - discursos Jorge Carvalho e José Manuel Rodrigues (áudio)
Copyright © 2018-2021 ALRAM