Pandemia e recuperação económica deram mote ao debate com Governo Regional

Share Image

“A pandemia e o início da recuperação económica” foi o tema proposto pela a Assembleia Legislativa da Madeira para o primeiro debate, da III Sessão legislativa da XII Legislatura, com o Governo Regional da Madeira. O Presidente do Governo Regional começou por agradecer à população, o civismo...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa PlenárioPlenário
Pandemia e recuperação económica deram mote ao debate com Governo Regional
  • Plenário ALRAM.jpg

“A pandemia e o início da recuperação económica” foi o tema proposto pela a Assembleia Legislativa da Madeira para o primeiro debate, da III Sessão legislativa da XII Legislatura, com o Governo Regional da Madeira.

O Presidente do Governo Regional começou por agradecer à população, o civismo manifestado no respeito pelas regras definidas pelo executivo, aos profissionais de saúde, que ajudaram na testagem e na vacinação, e aos empresários pela “compreensão e paciência” em todo o processo de apoios.

Miguel Albuquerque disse ainda que a Madeira tem condições para “retomar a economia durante este ano”. Explicou que o setor imobiliário “fechou o ano de 2020 com 444 milhões de euros de volume de negócios” e a agricultura com 100 milhões.

Reconheceu que o turismo foi o setor mais afetado, ainda assim o mês de agosto deste ano registou um crescimento superior a 50 milhões de euros, relativamente ao mesmo mês do ano passado.

Aos madeirenses pediu prudência, uma vez que neste momento há países que já se defrontam com uma nova vaga da pandemia.

O PS, pela voz do líder parlamentar Rui caetano, defendeu uma aposta na redução de impostos, com especial destaque para a descida do IRS, de modo a melhorar a economia familiar.

O líder parlamentar do PSD, Jaime Filipe Ramos, explicou que já foram devolvidos 90 milhões de euros às famílias e destacou os apoios que continuam a ser dados aos que mais precisam.

Já Élvio Sousa, líder parlamentar do JPP, voltou a insistir na redução das listas de espera para cirurgias e pediu medidas de combate às listas de espera na saúde, tendo o Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, garantido que durante a pandemia o número de cirurgias realizadas aumentou.

O deputado único do PCP alertou para os problemas do mercado laboral e lamentou o recurso de trabalho precário por parte do setor público. A Secretária da Inclusão Social e Cidadania, Rita Andrade, explicou que desde 2015 o Governo Regional recrutou, para os seus quadros, 4485 trabalhadores, através de vagas abertas para o efeito.

Reunião Plenária n.º 08 de 21.10.2021 (áudio)
Copyright © 2018-2021 ALRAM