Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira assistiu ao concerto de estreia do novo piano da Orquestra Clássica da Madeira

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira marcou presença, ontem à noite, no concerto inaugural do piano de cauda da marca Yamaha, modelo C7 (2,27 metros - 3/4 de cauda), que a Orquestra Clássica da Madeira acaba de adquirir, e ficará permanentemente no Salão Nobre do parlamento regional...

XII Legislatura, III Sessão Legislativa ConcertoConcertoPresidente
Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira assistiu ao concerto de estreia do novo piano da Orquestra Clássica da Madeira
  • Concerto 2.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira marcou presença, ontem à noite, no concerto inaugural do piano de cauda da marca Yamaha, modelo C7 (2,27 metros - 3/4 de cauda), que a Orquestra Clássica da Madeira acaba de adquirir, e ficará permanentemente no Salão Nobre do parlamento regional para cumprir uma programação cultural dirigida, sobretudo, às famílias. No Dia Mundial da Música, assinalado esta sexta-feira, dia 1 de outubro, o piano soou pela primeira vez, pelas mãos do talentoso pianista Rafael Kyrychenko, músico natural da ilha de São Miguel, nos Açores, mas que cresceu e fez toda a sua formação na Região Autónoma da Madeira. José Manuel Rodrigues, que fez questão de estar presente neste concerto de estreia do instrumento musical, teceu rasgados elogios ao sentido de missão da Ansa - Associação Notas e Sinfonias Atlânticas, entidade que gere a Orquestra Clássica da Madeira, notando que a persistência e a qualidade do trabalho que vem sendo desenvolvido, há quase 58 anos, se traduzem na elevação dos momentos musicais que nos têm proporcionado, em múltiplas ocasiões, inclusive na programação regular que, no âmbito de um protocolo que vigora há vários anos, contempla a Assembleia Legislativa da Madeira. O líder do primeiro órgão de governo próprio da Região vincou, ainda, a aposta do Governo Regional na formação artística contínua, afirmando que os muitos talentos que aqui têm brotado são, também, fruto desta mais ampla visão sobre o ensino das artes. 

A Presidente da ANSA | Orquestra Clássica da Madeira, Vanda de França Correia de Jesus, agradeceu, por seu turno, o facto de a Assembleia Legislativa ser "uma casa de acolhimento da Orquestra Clássica da Madeira", expressão usada por José Manuel Rodrigues, e não escondeu o entusiasmo com o projeto já delineado 'à volta' do novo piano, o qual abrangerá, além dos concertos regulares, concertos para famílias, nos fins de semana, o Ciclo de Jovens Talentos, que deverá arrancar no Natal, composto por madeirenses que tenham frequentado o Conservatório da Madeira e se encontrem a frequentar o ensino superior no continente ou no estrangeiro.

O momento foi selado com a oferta de uma réplica, em cristal, da 'Trilogia dos Poderes', escultura da autoria do escultor madeirense Amândio de Sousa, recentemente falecido, representativa dos três poderes: Legislativo, Executivo e Judicial, que se encontra implantada junto à entrada principal da Assembleia Legislativa da Madeira. "Falta o poder cultural, mas esse são vocês que o constroem.", concluiu José Manuel Rodrigues. 

Copyright © 2018-2021 ALRAM