A cultura da memória é importante para reforçar a identidade madeirense, afirma José Manuel Rodrigues

Share Image

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira enalteceu, hoje, a dinâmica editorial e o investimento que tem sido feito na Região em prol da preservação da história do arquipélago madeirense. As declarações de José Manuel Rodrigues foram proferidas, esta tarde, na apresentação do número 11 da...

XII Legislatura, IV Sessão Legislativa PresidentePresidente
A cultura da memória é importante para reforçar a identidade madeirense, afirma José Manuel Rodrigues
  • 03.jpg
  • 05.jpg
  • 04.jpg
  • 06.jpg
  • 07.jpg
  • 01.jpg
  • 02.jpg
  • 08.jpg

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira enalteceu, hoje, a dinâmica editorial e o investimento que tem sido feito na Região em prol da preservação da história do arquipélago madeirense.

As declarações de José Manuel Rodrigues foram proferidas, esta tarde, na apresentação do número 11 da coleção "Madeira – Memórias Fotográficas", dedicado ao imperador Carlos de Áustria, que decorreu no auditório do Arquivo e Biblioteca da Madeira.

O Presidente do Parlamento madeirense agradeceu o trabalho do autor e investigador, Filipe Santos, a favor da cultura da Região Autónoma da Madeira, particularmente na pesquisa de factos históricos que “fazem parte da identidade cultural”, da Região. “A cultura da memória é muito importante para o reforço da identidade madeirense e para conhecer os factos históricos, neste caso de memórias fotográficas, sobre acontecimentos que marcaram a história destes 6 séculos da nossa Região”, vincou o Presidente do Parlamento madeirense.

“Nunca, na história recente da Madeira, tivemos tanta dinâmica editorial”, concluiu.

Este novo número da coleção "Madeira – Memórias Fotográficas”, editado pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura, é composto por um ensaio introdutório – com o título "Carlos de Áustria na Madeira em fotografias e documentos”, da responsabilidade de Filipe dos Santos. Pretende mostrar vários momentos do exílio do imperador Carlos de Áustria na Madeira, incluindo a sua morte na Região, a saída da sua família, assim como a vinda de familiares, décadas depois do seu falecimento”.

José Manuel Rodrigues, Presidente ALRAM (áudio)
Copyright © 2018-2022 ALRAM